quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

Não me recordo do tempo em que eu não era presa a nada.
Não era presa ao amor.
Não era presa a esse sufoco,
A esses sentimentos, a essa angústia.
Não me lembro da época dos sonhos bons.
Quando me contavam histórias e finais felizes antes de dormir.
E quando o picho-papão queria me atacar, minha mãe aparecia e virava minha heroína.
Quando os meus pesadelos só ficavam na minha imaginação,
E os sonhos bons invadiam a realidade.
Quando eu passava o dia inteiro jogando futebol e brincando de carrinho com os meus amigos.
A época que eu era inocente
E meu melhor argumento era chamar os outro de babuíno da bunda vermelha.

Para onde foram todas essas coisas ?

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Me dizem para eu parar de sonhar.
Mas talvez seja minha única razão,
Talvez seja minha última esperança,
Talvez seja o meu último desejo.
Me dizem que sou muito fria e fechada.
Mas talvez já tenham me tirado isso,
Talvez eu nunca tivesse tido essa liberdade,
Talvez eu nem tenha lutado por ela.
Me dizem para acreditar no amor.
Mas talvez eu já tenha acreditado,
Talvez já tenham me roubado,
Talvez ele nunca tivesse começado.
Me dizem que se eu continuar assim, irei perder muita coisa.
Mas talvez eu já tenha perdido,
Talvez eu nunca tenha conseguido,
Talvez nem tenha tentado.
Talvez eu não saiba escrever. Talvez eu não saiba desenhar. Talvez eu não saiba ler. Talvez eu não saiba cantar, e nem dançar.
Me dizem que eu não sou mais eu.
Mas talvez eu nunca tenha existido.

sábado, 15 de outubro de 2011

A garota que antes sorria, brincava e pulava de alegria,
Não via, não sentia e nem doía,
Não sabia, não media e nem entendia,
Hoje se arrastas aos trampos, pelos cantos,
Com medo, insônia e noites de espantos,
Com sangue e facada de tantos.
Um dia essa garota cresceu, floresceu
Aprendeu, ensinou, viveu,
Plantou, cuidou e colheu,
Mas um dia essa garota se apaixonou
E mais uma vez ela se fudeu.

sábado, 24 de setembro de 2011

Carta da Mailena crazy bitch de jeová.
Carla, sua crazy bitch.

Não queria escrever merda nenhuma, mas você está necessitada de cartas, então resolvi declarar meus sentimentos por você.
Você é uma pessoa muito especial pra mim, é como uma droga, que não posso parar de fumar/cheirar/morder/ficar, coisa e tal. Você é uma amiga e tanto, embora às vezes parece que tem titica na cabeça. Você tem de ter a mente mais aberta à críticas e idéias, porque se não o seu mundo vai continuar do tamanho de um gomo de tangerina. Agora são 15 anos que você tem de vida e 1 ano e alguma coisa que eu descobri mais uma ex-apaixonada por Kanon Wakeshima (agora você não gosta mais dela visto que ela ta pegando o Kanon, o SEU Kanon, lembra?)
Enfim, to doida pra fazer um piquenique com coisas que a gente gosta, tipo chá e bolinhos, junto com a Carol e Joana. Nós conversamos sobre K-pop, animes, incluindo Hetalia. De como o Inglaterra consegue ser tão sexy e foto ao mesmo tempo, que nem o Kanon.
E é isso, eu te amo muito, você é uma amiga especial, e que continue assim pra sempre.


UMA GARRAFA DE RUUUM, YEAH!
Beijos na bunda.
Myllena Alencar Coutinho, The Princess Of Ocean
Aquela bitch linda. ♥

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Mais outra carta, e essa é da Cabeçuda.
Carlinha, quem diria, 15 anos. A gente mal se conheceu e já fomos as primeiras a jogar verdade e consequência na escola, kkk. Eu lembro do primeiro dia da escola, ai eu te vi e falei ‘Meu, que garota fodinha, ela tem cabelo azul!’ E por sorte você era da minha turma, eu de ‘Robert’ lá, só conhecia a Raquel. Mas desde sempre, desde a primeira vez que te vi, queria a sua amizade e percebi que você não é uma garota que só pintava o cabelo pra chamar atenção, pra ficar na modinha e sim porque você gosta, encontrei mais uma amiga otaku/otome, que gosta de, cruzes – Yaoi –q, de preto, coisas fofas, que gosta de ler, que gosta de mim, -n... Enfim.... Você é uma garota fora dos padrões. Mas você é diferente e isso eu admiro em você! E agora estamos aqui, viciadas em VENAR! Culpa tua! Ou melhor... Culpa minha, porque quem deu a idéia fui eu, kkk.

Calinha, Kazumi, Lalinha, Vaca Azul, Machinho, Lolita... Vários apelidos e eu nada de te dar um, kkk.
Nega Orange (New nickname), te amo muitoooo! Desculpe por algo ou sei lá.
Sua amizade é muito importante pra mim, adoro ficar com você bulinando o Piyoko.

“E o Piyoko ? Gay Gay Gay”
“Eu não sou gay” *Piyoko pulando igual a uma gazela com vigor*

Feliz Aniversário, que seus sonhos se realizem, e que você seja muito feliz!

(Desenho; Eu pensando em Venus, Nizuki, e a Cabeçuda com cara de pedobear)

Obrigada Cabeçuda. ♥

Faz tempo que eu não posto aqui. Não foi porque estava muito ocupada, na verdade tive muito tempo de sobra, mas eu não estou mais escrevendo tanto... Enfim, recentemente foi meu aniversário (10/09) e eu recebi algumas cartas, eu amo cartas, e eu queria compartilhá-las porque são muito especiais para mim.
Carlinhaaaa,

Parabéns amiga.
Tudo de bom, felicidades que você continue sendo essa menina legal, que me perturba e me alegra todos os dias de manhã. Obrigada por todos os conselhos que você já me deu e me desculpe se um dia eu fui grossa demais, Lalinha.
Bom to te dando vinte reais porque estou com uma enorme preguiça de ir pro shopping comprar algo, kkk. Mas to ajudando com a peruca que você ta querendo 8D
Que deus te abençoe e que nunca deixe faltar nada na sua vida.

PARABÉN KAZUMI LALEX.

Ass: Ellen Fernanda
Obrigada Bitch Americada. ♥


Ainda tem mais cartas. ~q

sábado, 9 de julho de 2011

Por que... eu fui me apaixonar por você?
Não importa quanto tempo já passou
Eu ainda pensei que você estava aqui
Mas você já escolheu um caminho diferente

Por que... eu não consegui mostrar a você?
O meu amor que crescia dia e noite
As palavras começam a fluir, mas sei que você nunca vai entedê-las

Desde o primeiro dia que a conheci
Me senti como se já te conhecesse
Nos fundimos um ao outro de forma tão natural

Era natural para mim
Estar onde você estava
Nós dois crescemos juntos
Mas você já escolheu um caminho diferente

Por que... eu fui me apaixonar por você?
Não importa quanto tempo já passou
Eu ainda pensei que você estava aqui, agora não tem mais volta

(...)

Como eu pude deixar você ir?

E por que... eu fui me apaixonar por você?
Nós não podemos mais voltar como éramos (pense sobre isso) como éramos (pense sobre isso)

Por que... eu não consegui segurar sua mão?
Não importa quanto tempo já passou
Você sempre deveria ter estado ao meu lado (nunca mudando)

Mas mesmo que eu esteja longe de você
Estou rezando para que você possa ser
Feliz eternamente
Não importa o quanto isso me faça solitário, ou me faça triste...

DBSK - Why Did I Fall In Love With You