terça-feira, 24 de maio de 2011



Só de lembrar da distância, eu já fico com saudade.
Não, eu não queria ter que admitir
Mas o tempo parece querer fazer isso de maldade
Ao menos, não queria ter que sentir.

Fico com vontade de correr, fujir
Mas eu penso em você e sinto meu peito pulsar
Agora não tenho mais para onde ir
E isso eu não consigo evitar.

Não sei o que isso pode significar para mim
Muito menos para você
O porque de tantas dúvidas assim
E ao menos nenhuma solução ter.

Não sei de onde surgiu esta tal questão
Nem como achar as resposta em uma margem tão embaralhada
Na verdade, eu já nem posso mandar mais em meu coração
Poderia dizer eu, que estou apaixonada ?


Nenhum comentário:

Postar um comentário