quinta-feira, 16 de junho de 2011

"Fui deixada para trás
Não consigo encontrar a luz adiante, então eu sento sob a escuridão..."

Silenciosamente no vazio, repito para mim mesma, as mesma coisas, as mesmas palavras,
E as mesmas lembranças se embaralham pelo chão...

Atuei em segredo, chorando em seus braços
"Por favor deixe-me ir..."


Deixe-me pensar, sozinha,
Deixe-me seguir, sem você
Deixe-me juntar os meus próprios cacos...

Eu sempre soube todo este tempo que a vela jamais havia sido acendida
Ele traiu minha confiança
Você diz em um tom frio
"Onde estive por todo este tempo ?"


Eu estive perdida, solta por ai
Eu sempre estive sozinha, sempre esperando por alguém, mas ninguém me estendeu a mão ...

Por quê ?! Não há nada de errado com você !!
Ele saiu sem dizer nada...



Nenhum comentário:

Postar um comentário